Comprada pela Microsoft, Yammer é mais rentável que o Facebook

São Paulo - Adormecida em relação às aquisições, a gigante Microsoft surpreendeu o mercado nesta semana ao anunciar a compra da Yammer, serviço de rede social para companhias.

A Microsoft irá pagar 1,2 bilhão de dólares pela empresa - valor superior ao pago pelo Facebook ao promissor Instagram em abril deste ano. Mas o que justifica esse montante?

Fundada em 2008, venceu o prêmio TechCrunch50, promovido pelo blog especializado TechCrunch, em seu primeiro ano. Hoje, acumula cerca de 5 milhões de usuários.

Inicialmente, o serviço era definido como um Twitter corporativo, onde os colaboradores informavam como estava o desenvolvimento de seus projetos em poucas linhas. Em vez de perguntar o “O que você está fazendo?”, a Yammer propunha “Em que você está trabalhando?”.

O prêmio do TechCrunch atraiu a atenção de investidores para a empresa. Até o momento de sua venda, a Yammer já havia recebido mais de 142 milhões de dólares em investimentos.

Com dinheiro em caixa, a startup incorporou novas funções. Além de aprimorar sua interface, ganhou novos recursos, como compartilhamento de arquivos, integração com outros serviços (como o próprio Office da Microsoft) e com tablets e smartphones.

Além disso, o serviço também oferece recursos para que gestores compartilhem dados e recebam feedback de seus colaboradores.

Os aprimoramentos trouxeram resultados. Segundo a própria Yammer, 85% das empresas listadas Fortune 500 são suas clientes. Shell, eBay, Unicef, Ford e O2 são algumas delas.

Em seu pacote básico, o serviço custa cinco dólares ao mês por usuário (isso é mais do que cada cliente do Facebook gera para a empresa por meio de cliques em anúncios).

Provavelmente, esse seja o ponto justifique o investimento da Microsoft: a Yammer não ganhe em escala, mas é mais lucrativo que o Facebook em termos de usuário único. Resta saber qual será o futuro da empresa sob a batuta de Steve Ballmer.

Data de publicação: 29 de junho de 2012
Fonte: Info Exame


• Notícias:

» A morte e o renascimento do e-mail
» Microsoft afina Yammer para a colaboração
» Office 365 terá integração com a Yammer, uma rede social corporativa
» CEO da Yammer prevê fim do Vale do Silício como o conhecemos hoje
» Box, Google e Yammer são melhores serviços de colaboração social, diz estudo
» Por dentro da compra do Yammer pela Microsoft
» Comprada pela Microsoft, Yammer é mais rentável que o Facebook
» Microsoft reforça seus serviços para empresas com a compra do Yammer, o “Twitter corporativo”
» Microsoft compra Yammer por US$ 1,2 bilhão
» Crise mundial desafia empresas inovadoras a obter receitas
» Yammer, o Twitter das empresas
» Yammer - o twitter corporativo
» Yammer - Twitter para colegas de trabalho
» Yammer na visão de Renato Shirakashi
» Microblog Yammer vence TechCrunch50
» Yammer, igual ao Twitter, só que útil



Site alternativo em português: www.yammer.com.br - by Murilo Gagliardi
Site oficial: www.yammer.com